Bolsa de Criação Artística da RAMA | Residências Artísticas – PRAZO TERMINADO

Regulamento

A Bolsa de Criação Artística da RAMA | Residências Artísticas, com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Torres Vedras e o apoio do Politécnico de Leiria, tem por objetivo envolver os alunos da ESAD.CR, Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, com temas relacionados com a sustentabilidade e o conhecimento do território do Concelho de Torres Vedras, o património, a cultura e a comunidade.

Esta Bolsa destina-se a alunos finalistas de licenciatura e de mestrado que frequentem a ESAD.CR durante o ano letivo 2020/2021.

É selecionado 1 (um) candidato para frequentar as Residências Artísticas da RAMA- Residências Artísticas, durante três meses, de Julho a Setembro de 2021 e a participar numa exposição final com o projeto realizado no âmbito da Residência em Dezembro de 2021, na Paços Galeria Municipal de Torres Vedras.

As candidaturas devem ser apresentadas até às 24 horas do dia 24 de Maio de 2021 e o candidato selecionado é anunciado no dia 31 de Maio de 2021.

Os artistas deverão apresentar a candidatura em formato digital no qual terá de constar: Curriculum Vitae, um máximo de 10 imagens do trabalho e uma carta de intenções com os motivos da candidatura para uma residência na RAMA – Residências Artísticas que tem na sua missão como principais preocupações a sustentabilidade, a relação com a comunidade e a valorização do território.

A entrega dos portfolios e documentos deverá realizar-se por via eletrónica, para o endereço rama.maceira@gmail.com, indicado no anúncio público e no site da RAMA, bem como nas datas aí estabelecidas, até às 24 horas do dia 24 de Maio de 2021.

O não cumprimento deste Regulamento implica a não aceitação da candidatura.

A organização da Bolsa reserva-se o direito de, a qualquer momento, solicitar informações adicionais ou esclarecimentos aos artistas candidatos.

O candidato selecionado será informado pessoalmente pelo júri da Bolsa e o seu nome é tornado público através do site da RAMA, e em publicações nas redes sociais da Câmara Municipal de Torres Vedras, da ESAD.CR e da RAMA.

O candidato selecionado, receberá uma Bolsa para frequentar a Residência Artística da RAMA durante três meses, de Julho a Setembro de 2021 que inclui o alojamento no espaço da RAMA, em quarto individual e utilização de espaços comuns e área de trabalho em atelier partilhado e equipado com mobiliário e ferramentas, alimentação, deslocações, despesas de produção de trabalho artístico e a curadoria e texto para catálogo a realizar pelo curador associado da RAMA, João Silvério.

O trabalho desenvolvido pelo artista durante a Residência é acompanhado por tutorias com o coordenador da RAMA, o artista Paulo Brighenti, pelo curador associado João Silvério e por artistas convidados.

A exposição será realizada na Sala 2 da Paços Galeria Municipal de Torres Vedras, com a curadoria de João Silvério e Paulo Brighenti, em Dezembro de 2021 (data sujeita a confirmação).

No dia da inauguração da exposição, o artista e um elemento da RAMA oferecem uma visita guiada e uma conversa com os públicos da galeria.

Será editado um catálogo da exposição com a reprodução das obras do bolseiro e informação sobre as suas pesquisas realizadas na Residência Artística e um texto do curador João Silvério.

Será colocado no site da RAMA, na página dos artistas residentes, a biografia e a obra do artista, incluindo uma gravação do testemunho do bolseiro sobre a sua experiência durante a Residência.

O Júri de Seleção é composto por 3 (três) elementos, sendo um deles o representante da Câmara Municipal de Torres Vedras, um representante da RAMA e um representante da ESAD.CR.

As decisões do Júri não são passíveis de qualquer apelo ou recurso. Será lavrada uma ata da reunião do júri.

O artista deverá legar uma obra à coleção municipal de arte contemporânea.

O artista autoriza a Câmara Municipal de Torres Vedras e a RAMA, sem qualquer contrapartida, com caráter não exclusivo e por tempo ilimitado, divulgar, publicar, utilizar e reproduzir imagens das obras que integram a exposição nos seus catálogos institucionais, ou em outros suportes de divulgação, sem necessidade de comunicação prévia.

Em caso de dúvidas sobre o Regulamento, deverá contactar a organização através do email rama.maceira@gmail.com.

Promotor: RAMA

Apoio financeiro: Câmara Municipal de Torres Vedras

Apoio: Politécnico de Leiria

Imagem: Studio Visit – Obras de Diogo Viegas

 

Bolsa de Criação da RAMA – Residência Artísticas

 

Ata da reunião para atribuição da Bolsa. 

 
O Júri composto pela representante da Câmara Municipal de Torres Vedras, Catarina Sobreiro, Chefe de Divisão de Cultura, Património Cultural e Turismo, pelo representante da ESAD.CR, Diretor João dos Santos, e pelos representantes da RAMA – Residências Artísticas, o curador João Silvério e o artista Paulo Brighenti, decidiu por unanimidade atribuir a Bolsa à artista Jéssica Gaspar.
Perante a qualidade das candidaturas, e por proposta da RAMA, votada e aprovada pelo Júri por unanimidade, foi atribuída uma Menção Honrosa extraordinária à artista Sofia Castanheira
 
O Júri destacou a qualidade das candidaturas apresentadas, dos projetos e das respetivas cartas de intenção propostas pelas artistas, que se enquadram no contexto de trabalho e de investigação artística promovidos na RAMA, relacionadas com a sustentabilidade, a comunidade e a valorização do território.
 
O Júri decidiu por unanimidade atribuir a Bolsa à artista Jéssica Gaspar, destacando a qualidade e a consistência do projeto proposto pela artista para realizar durante o período da Residência na RAMA. 
 O projeto proposto desenvolve-se no âmbito da dissertação que a artista está a desenvolver intitulada Arte para o Simbioceno, onde aborda a necessidade de valorização do papel do visitante e da experiência sensorial, tendo como base “…uma profunda conexão com a natureza, florescendo a partir do trabalho de campo e de interação com a mesma, da observação dos seus ciclos de crescimento e da passagem do tempo sobre as formas orgânicas…bem como a reintegração do ser humano no mundo natural…explorar as dinâmicas próprias de diversas matérias como os líquenes, fungos, a água, o fogo, o fumo e a luz, trabalhando a par com instrumentos de captação de vídeo e de som de forma a conseguir absorver parte dessa essência orgânica e transporta-la para o interior do espaço de exposição, criando peças mais envolventes e que estimulem diferentes sentidos…uma experiência imersiva que combina diferentes media como a imagem, o som e matérias orgânicas. 
 
A Menção Honrosa excepcional, é financiada pela RAMA, que consiste em uma Residência Artística com a duração de um mês, a realizar em Agosto de 2021, inclui alojamento e espaço de atelier, tutorias e studio visits, e a participação na exposição coletiva que comemora o primeiro aniversário da RAMA – Residências Artísticas. 
Foi atribuída por unanimidade à artista Sofia Castanheira, pela qualidade do projeto proposto e da intenção expressa na sua carta de intenções de desenvolver a investigação na relação com a Paleontologia, a história, o tempo, e o “valor do tempo” da natureza, que se realizará num trabalho em escultura com materiais naturais como o grés, em desenho e fotografia. 
 
O Júri encerrou a reunião enaltecendo mais uma vez a qualidade dos projetos apresentados nas candidaturas, e a importância de se promoverem iniciativas como a presente atribuição de Bolsas de Criação, para apoiar os artistas nas suas investigações e estimular a relação entre os artistas e o ambiente rural para que estes possam contribuir para a reflexão sobre temas relacionados com a sustentabilidade, a comunidade e o território.