BOLSA CMTV2022_posts-2_6julho

Bolsa de criação “Território – Comunidade – Sustentabilidade”

A Bolsa de criação “Território – Comunidade – Sustentabilidade” com o apoio da Câmara Municipal de Torres Vedras, para apoiar a nova criação e a promoção da arte contemporânea, tem por objetivo envolver as/os alunos da ESAD.CR, Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, do Politécnico de Leiria, com temas relacionados com a sustentabilidade e o conhecimento do território do Concelho de Torres Vedras, o património, a cultura e a comunidade.

Esta Bolsa destina-se a alunas/os finalistas de licenciatura e de mestrado que frequentem a ESAD.CR durante o ano letivo 2021/2022.

É selecionada/o 1 (um/uma) candidata/o para frequentar as Residências Artísticas da RAMA- Residências Artísticas, durante três meses, de 11 de Julho a 30 de Setembro de 2022 e a participar numa exposição final com o projeto realizado no âmbito da Residência em Janeiro de 2023, na Paços Galeria Municipal de Torres Vedras.

As candidaturas devem ser apresentadas até às 24 horas do dia 6 de Julho de 2022, a/o candidata/o selecionado é anunciado no dia 9 de Julho de 2022.

As/os artistas deverão apresentar a candidatura em formato digital no qual terá de constar: Curriculum Vitae, um máximo de 10 imagens do trabalho e uma carta de intenções com os motivos da candidatura para uma residência na RAMA – Residências Artísticas que tem na sua missão como principais preocupações a sustentabilidade, a relação com a comunidade e a valorização do território.

A entrega dos portfolios e documentos deverá realizar-se por via eletrónica, para o endereço rama.maceira@gmail.com, indicado no anúncio público e no site da RAMA, bem como nas datas aí estabelecidas, até às 24 horas do dia 6 de Julho de 2022.

A/o candidata/o selecionado será informado pessoalmente pelo júri da Bolsa e o seu nome é tornado público através do site da RAMA, e em publicações nas redes sociais da Câmara Municipal de Torres Vedras, da ESAD.CR e da RAMA.

A/o candidata/o selecionado, receberá uma Bolsa para frequentar a Residência Artística da RAMA durante três meses, com início a 11 de Julho até 30 de Setembro de 2022, que engloba o alojamento no espaço da RAMA, em quarto individual e utilização de espaços comuns e área de trabalho em atelier partilhado e equipado com mobiliário e ferramentas; bem como a participação no programa de tutorias e studio visits com a equipa da Rama e com convidadas/os.

O trabalho desenvolvido pela/o artista durante a Residência é acompanhado por tutorias com a curadora da RAMA Ana Anacleto, pelo coordenador da RAMA, o artista Paulo Brighenti e por artistas convidados.

A/o bolseiro recebe 600 € (seiscentos euros) para alimentação e deslocações e 1800 € (1800 euros) para despesas de produção de trabalho artístico; 

O programa da Bolsa culmina com a exposição do projeto desenvolvido durante a Residência, na Galeria 2 da Paços – Galeria Municipal, Torres Vedras, incluindo catálogo, texto e curadoria pela curadora da RAMA, Ana Anacleto.

Durante a exposição são organizadas visitas e conversas com a/o bolseiro, a curadora Ana Anacleto e convidadas/os.

A exposição será realizada na Sala 2 da Paços Galeria Municipal de Torres Vedras, com a curadoria de Ana Anacleto em Janeiro de 2023 (data sujeita a confirmação).

Será editado um catálogo da exposição com a reprodução das obras do bolseiro e informação sobre as suas pesquisas realizadas na Residência Artística e um texto da curadora Ana Anacleto.

É organizado um encontro na Galeria Paços, para uma conversa presencial, gravada e transmitida online entre a/o artista bolseiro e a curadora Ana Anacleto sobre o projeto e a exposição.

Será colocado no site da RAMA, na página dos artistas residentes, a biografia e a obra da/o artista, incluindo uma gravação do testemunho da/o bolseiro sobre a sua experiência durante a Residência.

A/o artista autoriza a Câmara Municipal de Torres Vedras e a RAMA, sem qualquer contrapartida, com caráter não exclusivo e por tempo ilimitado, divulgar, publicar, utilizar e reproduzir imagens das obras que integram a exposição nos seus catálogos institucionais, ou em outros suportes de divulgação, sem necessidade de comunicação prévia.